- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Governo fluminense oferece ceia de Natal para pessoas vulneráveis

Mais Lidas

Atibaia recebe R$300.000,00 a pedido da deputada federal Carla Zambelli – Carla Zambelli

A pedido da deputada federal Carla Zambelli, o Ministério da Saúde destinou R$300.000,00 para o município de Atibaia...

Martinópolis recebe R$500.000,00 a pedido da deputada federal Carla Zambelli – Carla Zambelli

A cidade de Martinópolis recebeu, após pedido da deputada federal Carla Zambelli ao Ministério da Saúde, verba no...

Contra o COVID-19, Santa Rita do Passa Quatro recebe R$400.000,00 a pedido da deputada Carla Zambelli – Carla Zambelli

A pedido da deputada federal Carla Zambelli, o ministério da Saúde destinou R$400.000,00 para o município de Santa Rita...

Duas mil refeições natalinas serão oferecidas pelo governo fluminense, nesta tarde, para pessoas em situação de vulnerabilidade social. O jantar será servido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos para os beneficiários do Programa RJ Alimenta.

As refeições serão distribuídas nas áreas externas dos restaurantes populares de Duque de Caxias e de Nova Iguaçu. Na Central do Brasil, em parceria com a SuperVia, o governo do estado vai disponibilizar um espaço com mesas e cadeiras para a ceia, respeitando todos os protocolos de segurança sanitária para combate à covid-19, incluindo distanciamento social. Serão distribuídos máscaras e álcool gel. No cardápio, lombinho suíno e salpicão, além de rabanadas.

O secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Bruno Dauaire, afirmou que o Programa RJ Alimenta já distribuiu, em 40 dias, mais de 250 mil refeições, entre café da manhã, almoço e jantar, para pessoas em situação de vulnerabilidade. “Oferecer este jantar, na véspera de Natal, é muito importante”, avaliou Dauaire.

O RJ Alimenta é um programa emergencial voltado para a população que se encontra em situação de vulnerabilidade. O objetivo, segundo a secretaria, é resguardar parcela da população que mais sofreu com os impactos da pandemia.

A distribuição das refeições será realizada em três pontos diferentes: Central do Brasil, na capital, Nova Iguaçu e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O projeto já distribuiu mais de 196 toneladas de alimentos.

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Portal Goiás – OVG ampara vítimas de queimaduras 

O Governo de Goiás, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), oferece apoio social para minimizar o sofrimento e reforçar...

Profissionais da rede privada começam a ser vacinados – Agência Brasília

Todos os que estão trabalhando nos setores da linha de frente dos atendimentos à Covid como pronto-socorro, enfermaria e UTI estão recebendo a...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: