- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Cedae promete normalizar serviço de água no Rio e Nilópolis até quarta

Mais Lidas

Atibaia recebe R$300.000,00 a pedido da deputada federal Carla Zambelli – Carla Zambelli

A pedido da deputada federal Carla Zambelli, o Ministério da Saúde destinou R$300.000,00 para o município de Atibaia...

Martinópolis recebe R$500.000,00 a pedido da deputada federal Carla Zambelli – Carla Zambelli

A cidade de Martinópolis recebeu, após pedido da deputada federal Carla Zambelli ao Ministério da Saúde, verba no...

Contra o COVID-19, Santa Rita do Passa Quatro recebe R$400.000,00 a pedido da deputada Carla Zambelli – Carla Zambelli

A pedido da deputada federal Carla Zambelli, o ministério da Saúde destinou R$400.000,00 para o município de Santa Rita...

A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) prometeu restabelecer, até a próxima quarta-feira (23), 100% da capacidade de operação da Elevatória do Lameirão, responsável pelo abastecimento de água das cidades do Rio de Janeiro e de Nilópolis, na Baixada Fluminense. Ontem (18), a companhia começou a instalação do motor de uma das bombas d ‘água da Elevatória, que é um subsistema para onde flui a água tratada na Estação do Guandu (Eta-Guandu), em Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense.

A elevatória precisou passar por reparo emergencial e, desde novembro, o abastecimento para a população está prejudicado. Segundo a Cedae, com o reparo emergencial, a distribuição foi reduzida em 25%. Para minimizar o impacto aos consumidores, a companhia reforçou o fornecimento de carros-pipa e disponibilizou o telefone 0800-282-1195 para solicitações de serviços.

O presidente da Cedae, Edes Fernandes de Oliveira, disse que cerca de 25 empregados da companhia estão envolvidos na operação. “O motor de 35 toneladas está sendo instalado na galeria de bombas da elevatória, localizada a 64 metros de profundidade”, completou.

A elevatória tem a função de bombear água a uma altura de até 120 metros, equivalente a um prédio de 44 andares, criando a pressão necessária para iniciar o processo de distribuição para o Rio e Nilópolis.

Acordo

No último dia 11, a juíza da 8ª Vara de Fazenda Pública do Rio, Alessandra Cristina Tuvfesson Peixoto, homologou, parcialmente, o acordo firmado entre o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ), a Defensoria Pública estadual e a Cedae, para a regularização do abastecimento de água.

No acordo, a Cedae se comprometeu em publicar no seu site as informações referentes aos locais em que há a falta de abastecimento de água, e as localidades que continuarão sem o fornecimento ou as, em que ele foi interrompido. As informações, de forma objetiva e de fácil acesso, tinham que ser publicadas todos os dias, até as 18h, enquanto não houvesse a normalização dos serviços.

Ainda na decisão, a juíza marcou para o próximo dia 21 de janeiro uma nova audiência especial, portanto, depois da conclusão do reparo da Elevatória do Lameirão.

Mapa

No site da Cedae, os consumidores podem consultar o mapa, atualizado diariamente, das áreas potencialmente atingidas.

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: