- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Taxa de contaminação por covid-19 aumenta 19% em Minas Gerais

Mais Lidas

Atibaia recebe R$300.000,00 a pedido da deputada federal Carla Zambelli – Carla Zambelli

A pedido da deputada federal Carla Zambelli, o Ministério da Saúde destinou R$300.000,00 para o município de Atibaia...

Martinópolis recebe R$500.000,00 a pedido da deputada federal Carla Zambelli – Carla Zambelli

A cidade de Martinópolis recebeu, após pedido da deputada federal Carla Zambelli ao Ministério da Saúde, verba no...

Contra o COVID-19, Santa Rita do Passa Quatro recebe R$400.000,00 a pedido da deputada Carla Zambelli – Carla Zambelli

A pedido da deputada federal Carla Zambelli, o ministério da Saúde destinou R$400.000,00 para o município de Santa Rita...

O aumento de 19% da taxa de contaminação por covid-19 em Minas Gerais motivou o governo do estado a manter dez das 14 macrorregiões na chamada onda vermelha. Na onda vermelha, apenas podem funcionar os serviços essenciais, como farmácias, padarias e bancos.

As macrorregiões Norte, Noroeste e Triângulo do Norte estão na onda amarela, situação em que são autorizados alguns serviços considerados não essenciais, como bares (com consumo no local) e salões de beleza.

A única macrorregião mineira sem restrições é a do Triângulo do Sul.

O vice-governador Paulo Brant alertou para o aumento no número de casos e pediu que a população mantenha todas as recomendações de higiene e distanciamento. Brant disse, porém, acreditar que, com o avanço do processo de vacinação, os números podem melhorar.

“Houve, na última semana, aumento do número de casos, mas, felizmente, temos uma tendência para a estabilização. A expectativa é que, na próxima semana, tenhamos uma reversão desse quadro tão negativo, que o processo de vacinação se amplie e possamos finalmente encontrar o caminho para superar essa pandemia que tanto mal tem causado ao nosso estado e a nosso país”, disse.

Nos últimos sete dias, Minas Gerais registrou aumento de 6,5% nos casos confirmados de covid-19 e de 4,4% no número de óbitos pela doença.

Entre as cidades com menos de 30 mil habitantes, 196 tiveram menos de 50 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias e podem mudar de onda independentemente da situação das macro ou microrregiões nas quais estão inseridas.

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Cooperativa de Brazlândia pede apoio do deputado Iolando para aquisição de caminhão para coleta

O deputado Iolando (PSC) se reuniu nesta terça-feira (23), juntamente com a secretária de Desenvolvimento Social do Distrito Federal,...

NÃO PAGUE MAIS ALUGUEL, MORE NO QUE É SEU !!!

APARTAMENTO 2 QUARTOS, SALA, COZINHA AMERICANA, LINDO!!!  ÁGIO NO VALOR DE R$: 14 MIL COM PRESTAÇÕES DE R$: 535,00 VENHA FAZER UMA VISITA, NOSSO NÚMERO...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo