Estamos nas redes sociais

Asa sul

Saiba o que muda no trânsito no Eixão Sul perto da Galeria dos Estados

Publicado

em

Divulgação

As interdições no Eixão Sul — previstas ao menos até 19 de fevereiro — vão ocorrer, nos dois sentidos, desde a altura dos Setores Comercial e Bancário até próximo ao Buraco do Tatu. A interrupção no tráfego é necessária após parte de viaduto na Galeria dos Estados desabar com a queda de duas faixas do Eixão Sul.

Um dos principais pontos a que os motoristas devem ficar atentos é o acesso ao Buraco do Tatu. Por ora, ele permanecerá fechado para quem está no Eixão sentido norte-sul. No entanto, ficará livre na mão inversa, ou seja, para quem sair do Eixinho W Sul e acessá-lo em direção ao Eixão Norte.

Para minimizar transtornos à população e manter o fluxo dos ônibus na Rodoviária do Plano Piloto, os trechos que interligam os Eixinhos ao Eixo Monumental ficarão disponíveis.

No auxílio do controle do tráfego, uma viatura do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) ficará 24 horas no início do Eixo W Sul, após o Conic (Setor de Diversões Sul).

Com as alterações, quem percorrer o Eixão Sul — no sentido Rodoviária do Plano Piloto — só poderá trafegar até perto do Setor Bancário Sul. Nesse ponto, haverá desvio para a Via S3.

Entre o Setor Médico-Hospitalar Sul e o Setor Comercial Sul, pela S3, já será possível acessar o Eixão Sul, no sentido Aeroporto de Brasília.

Como fica o tráfego no sentido norte-sul

Como o Buraco do Tatu está parcialmente fechado, quem sair do Eixão Norte em direção à parte sul terá de acessar o Eixo Monumental e retornar após a Rodoviária do Plano Piloto para entrar no Eixo W Sul (veja rota verde na arte).

Uma alternativa para os condutores é pegar o Eixo W Norte e desviar pelo Setor Comercial Norte, pela via elevada que cruza o Eixo Monumental e passa atrás do Conjunto Nacional e depois do Conic (rota azul na arte).

O semáforo no acesso dessa via para o Eixo W Sul estará intermitente com o intuito de dar mais fluidez ao trânsito.

Para diminuir o efeito das alterações no trânsito, o Detran recomenda aos motoristas que evitem passar pela região diretamente afetada e, em vez disso, usem a L4, por exemplo.

Linhas expressas do BRT e metrô

Duas rotas de linhas expressas do BRT — a 2201, do Gama, e a 2301, de Santa Maria —, que trafegam pelo Eixão Sul nos horários de pico, serão desviadas. Segundo o Transporte Urbano do DF (DFTrans), elas vão circular pelo Eixinho L (no sentido Rodoviária) e pelo Eixinho W (no sentido Gama ou Santa Maria).

De acordo com a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), a Estação Galeria e o túnel da Asa Sul “estão íntegros e não foram afetados pelo desabamento de trecho do viaduto sobre a Galeria dos Estados”. A área atingida fica a mais de 100 metros do túnel.

Na terça-feira (6), o horário de pico do metrô, quando há menor intervalo entre os trens, foi estendido até as 20h30 para facilitar a volta para casa. Em situações normais, o horário de pico vai das 6 horas às 8h45 e das 16h45 às 19h30.

A companhia também reforçou o número de empregados nas bilheterias das Estações Central e Galeria. Caso haja demanda, o horário de pico também será ampliado nos próximos dias, tanto pela manhã quanto à tarde.

Fonte: Agência Brasília

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.