- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Justiça e UnB lançam mestrado sobre gestão de ativos apreendidos

Mais Lidas

Atibaia recebe R$300.000,00 a pedido da deputada federal Carla Zambelli – Carla Zambelli

A pedido da deputada federal Carla Zambelli, o Ministério da Saúde destinou R$300.000,00 para o município de Atibaia...

Martinópolis recebe R$500.000,00 a pedido da deputada federal Carla Zambelli – Carla Zambelli

A cidade de Martinópolis recebeu, após pedido da deputada federal Carla Zambelli ao Ministério da Saúde, verba no...

Contra o COVID-19, Santa Rita do Passa Quatro recebe R$400.000,00 a pedido da deputada Carla Zambelli – Carla Zambelli

A pedido da deputada federal Carla Zambelli, o ministério da Saúde destinou R$400.000,00 para o município de Santa Rita...

O Ministério da Justiça e Segurança Pública e a Universidade de Brasília (UnB) estão com um programa de mestrado semipresencial em economia, com ênfase em perícia econômico-financeira e gestão de ativos. Serão ofertadas 40 vagas, destinadas a profissionais do Sistema Único de Segurança Pública e da Advocacia-Geral da União(AGU).

O edital de seleção deve ser divulgado em 45 dias. A medida faz parte do Projeto Dispater, que foi lançado nesta semana pela Diretoria Técnico-Científica da Polícia Federal, com o objetivo de fortalecer o combate ao tráfico de drogas e à lavagem de dinheiro no Brasil. . 

O curso será composto de oito disciplinas e terá duração de quatro semestres. O conteúdo inclui matérias sobre gestão de ativos apreendidos de crimes e avaliação e criação de políticas públicas para a área. Os interessados deverão apresentar diploma de graduação e passarão por prova escrita, na qual deverão demonstrar conhecimentos em matemática, estatística e proficiência em língua estrangeira. No processo seletivo também serão analisados o currículo do candidato e uma carta de apresentação. 

Segundo o secretário Nacional de Políticas sobre Drogas, Luiz Roberto Beggiora, foram leiloados neste ano cerca de 3 mil itens apreendidos de criminosos e apreendidos R$ 63 milhões em moedas estrangeiras. 

“Mas há capacidade do país alcançar números ainda maiores na descapitalização de criminosos. Temos que nos preparar para efetuar uma gestão cada vez mais eficiente, e sabemos da importância das perícias nesse processo”, avaliou. 

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Show de cultura, arte e história… e com segurança

A expectativa é que um público virtual de quase dez mil pessoas possa acompanhar as apresentações nas redes sociais,...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: