Portal Goiás – Caiado inaugura estande para treinamento policial e museu do Giro

O governador Ronaldo Caiado inaugurou, nesta segunda-feira (07/06), duas novas estruturas da Polícia Militar do Estado de Goiás (PM-GO): o estande de tiros e o museu do Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro), instalados na sede do batalhão, no setor Pedro Ludovico, em Goiânia. “Cada um aqui será formado, qualificado, para saber atuar em cada uma das situações, sem jamais perder o limite da lei, mas com a coragem e a convicção de que, em Goiás, bandido não cresce. Aqui é dada segurança à população”, disse Caiado. Sobre o Giro, destacou a dedicação e coragem de policiais que diariamente arriscam-se no trânsito, a fim de chegar rapidamente às ocorrências. 

“Como cirurgião, já operei diversas pessoas acidentadas e mais do que ninguém, sei dos riscos de ser para-choque num acidente”, disse. Também frisou que a Segurança Pública é a “coluna vertebral” e expressou orgulho do setor que, em sua análise, foi o primeiro a dar as respostas que os goianos tanto ansiavam e que garantiram governabilidade durante o início da gestão. “Serei eternamente grato. Podem ter certeza que com o trabalho que estamos fazendo, com a transparência ao aplicar o dinheiro público, socorrendo as regiões nos momentos mais difíceis, vamos fazer com que Goiás seja um Estado justo”, destacou. 

O estande de tiros tem como objetivo promover o aperfeiçoamento policial para o serviço operacional. A obra durou um ano e foi realizada por meio de parceria com a iniciativa privada. A estrutura poderá ser utilizada por outras unidades da PM e demais forças de segurança do Estado. O ambiente foi construído para suportar disparos até mesmo de fuzis calibres .556 e .762. Possui seis cabines individuais, paredes e teto feitos de concreto e barreiras protetoras com pneus e britas. A sala também conta com sistemas de refrigeração e purificação do ar, quatro defletores chapa com 4 milímetros de espessura, sistema transportador de alvos, esquema com luzes de emergência e antessala com TV para instrução teórica. 

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, lembrou que o trabalho desempenhado pelo Giro é referência nacional, e inclusive já foi copiado por outros Estados. “O procedimento padrão, profissionalismo, é muito importante. Ficamos seguros em saber que há homens e mulheres valorosos, zelando por nossa família”, afirmou, ao revelar que ele próprio já foi submetido a abordagem policial.

“Essa tropa é extremamente especializada, específica. A coragem é detentora de todo policial, mas a habilidade para pilotar essa moto é para poucos”, observou o comandante-geral da PM-GO, coronel Renato Brum, ao pedir aplausos aos “guerreiros do Giro”. “São valorosos praças, extremamente audazes, que fazem a diferença nos deslocamentos para atendimentos de urgência e emergência”, frisou. 

“Só existe Estado Democrático de direito forte porque vocês saem de casa todos os dias, sem saber se vão voltar, e precisam de apoio do governo do Estado. O trabalho destes cavaleiros de aço é heróico”, reconheceu o vice-governador Lincoln Tejota.

Os deputados estaduais presentes reconheceram avanços que Caiado promoveu na Segurança Pública. “Conversei com alguns policiais e eles me disseram que nunca tiveram tanta autonomia para fazer o correto e para defender o cidadão de bem”, destacou Amauri Ribeiro. Já Bruno Peixoto lembrou o fim da chamada terceira classe. “Mandou o projeto para a Assembleia Legislativa, votamos em tempo recorde e hoje nenhum policial ganha menos que R$ 5,5 mil, porque o governador Caiado bateu a mão na mesa e disse: ‘não admito em Goiás’”. Coronel Adailton frisou que, além dos investimentos, Caiado motiva os policiais com a presença constante nas solenidades da corporação. “A preocupação agora é manter o que nós conseguimos, porque conquistar nós conquistamos”, finalizou.

História

O governador também conheceu as instalações do museu inaugurado no batalhão, que exibe 23 anos de trajetória do Giro. “Aqui tem história de cada um que por aqui passou. Aqueles que perderam a vida no trabalho estão também em nossas referências”, afirmou Caiado. “Homem que não tem raiz, não preserva a história, não cultua seus antepassados, não tem dignidade para fazer parte de instituições tão importantes como essa que nós temos em nossa Polícia Militar”, sublinhou o governador. 

O museu possui galerias dos formandos no Curso de Intervenção Rápida Ostensiva de diversos Estados, além de mural de fotos que mostra a evolução da unidade. Conta, ainda, com a oração do Giro, memorial e capacetes dos Cavaleiros de Aço que tombaram em serviço, símbolos e fardamentos antigos e atuais, galeria de ex-comandantes e protótipo das motocicletas que já foram utilizadas no motopatrulhamento tático. 

Criado em 1998, pelo então Capitão Júlio César Motta Fernandes, atualmente coronel, o Giro é composto por equipes de motopatrulhamento tático para combater principalmente crimes praticados por infratores que utilizam motocicletas. Com táticas e técnicas especiais de pilotagem, o Giro realiza deslocamentos de alto risco, reduzindo drasticamente o tempo resposta dos chamados de emergência policiais. “Fico muito feliz em ver que esse filho que nós idealizamos cresceu, prosperou e hoje é um sucesso copiado por vários Estados em nosso país”, afirmou Motta. 

 

“Esse compromisso de dar a vida pelo cidadão goiano aqui é bem eloquente, porque se não bastasse o risco com o delinquente, nós temos o risco da atividade de policiamento de motocicleta no trânsito para atender o cidadão o mais rápido possível no momento de angústia”, completou o coronel, que também reconheceu as melhorias conquistadas na gestão de Caiado. “Tenho visto a preocupação com o efetivo, e aqueles que não viajam, não sabem o que é o Estado de Goiás. Viaturas novas nas ruas, policiais bem uniformizados; tudo fruto de muito trabalho, esforço e investimento”, arrematou o policial.

Também estiveram presentes o secretário de Estado, Coronel Luiz Carlos de Alencar (Casa Militar); subcomandante-geral da PMGO, André Henrique Avelar De Sousa; o chefe do Estado Maior Estratégico, coronel Evenir da Silva Franco Júnior; comandante do Policiamento da Capital da PMGO, coronel Clives Pereira Sanches; comandante do Giro, tenente-coronel Áliton Batista Limeira, e subcomandante Claudemir Vieira Cruvinel; comandante do Policiamento Rodoviário (CPR), tenente-coronel Cláudio Antônio Silva. 

Ainda o presidente da Associação dos Oficiais do Estado de Goiás (Assof-GO), tenente-coronel Allan P. Cardoso; o vereador Sargento Novandir Rodrigues; ex-vereador Paulo Magalhães; prefeito de Posse, Dr. Helder Bonfim, e esposa Carolina Chaves; e o diretor da Divisão de Repressão ao Crime Organizado da Polícia Civil do Distrito Federal (DRACOPCDF), delegado Adriano Valente.

Fotos: Hegon Correa e Júnior Guimarães

Fonte: Portal Goiás