- PUBLICIDADE -

Joaçaba quer 1ª vitória na LNF e Tubarão tenta encaminhar vaga

Mais Lidas

Quatro dias após ficarem no 1 a 1 no Centro de Eventos da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), em Joaçaba (SC), Tubarão e Joaçaba se reencontram neste domingo (11), desta vez no ginásio Estener Soratto, em Tubarão (SC). A partida, válida pela 13ª rodada da Liga Nacional de Futsal (LNF), terá transmissão ao vivo da TV Brasil a partir das 11h (horário de Brasília). Devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), os jogos da competição têm sido agendados gradativamente.

Com a igualdade da última quarta-feira (7), o Tubarão (com 11 pontos, na terceira posição do grupo C) teve a sequência de duas vitórias seguidas interrompida e perdeu a chance de assumir a vice-liderança da chave. Apesar disso, o resultado foi considerado positivo pelo técnico Thiago Raupp.

“Sabíamos das dificuldades, da intensidade que o Joaçaba imprime nos jogos, por ser uma equipe muito jovem. Eles estavam mais descansados que a gente. O último jogo deles tinha sido no sábado [dia 3] e o nosso foi na segunda-feira [5], com uma viagem difícil, de 10 horas, desgastante. Tivemos uma boa estratégia, atuamos com inteligência. Os atletas fizeram um excelente jogo. Saímos premiados com esse ponto”, avalia o treinador do Tubarão.

“Sabemos que [domingo] será um jogo difícil. O time deles é de muita correria, muita bola parada. Soubemos lidar com esse jogo na quarta e esperamos fazer um bom jogo novamente para sairmos com a vitória para encaminharmos bem a classificação, brigando lá em cima”, emenda o ala Serginho.

Já o Joaçaba, em último no grupo, com quatro pontos, chegou ao terceiro empate seguido e continua em busca da primeira vitória na temporada. A equipe está a cinco pontos do Campo Mourão, quinto colocado e último time na zona de classificação à próxima fase. As cinco franquias mais bem posicionadas de cada chave, além do melhor sexto colocado entre os três grupos, avançam às oitavas de final.

“Encontramos um rival que, no início, atuou recuado, tirando um pouco da velocidade para jogar. Saímos na frente [com o pivô Kauê], mas a igualdade do jogo se manteve. O Tubarão empatou [com o pivô Ronaldo] em uma jogada individual. Tivemos situações, mas foi uma partida muito parecida, com altos e baixos. Acho que o empate foi um resultado justo pelo que as equipes fizeram”, analisa o técnico do Joaçaba, Paulinho Sananduva.

“Em Tubarão, o jogo se torna um pouco mais lento, em função do piso da quadra. As dificuldades serão maiores, mas temos feito boas partidas fora de casa. Vamos buscar a vitória para darmos um salto na tabela”, completa o treinador.

Fator casa

Atuar em casa é algo recente para Tubarão e Joaçaba em 2020. A liberação para realização de jogos de futsal profissional em meio à pandemia em Santa Catarina só foi dada em 25 de setembro. O confronto entre os joaçabenses e o Pato, no último dia 1º, marcou a estreia do estado como sede das partidas da edição deste ano da LNF. A permissão é restrita a municípios que não estejam sob risco gravíssimo, conforme a matriz estabelecida pelo governo estadual.

“Agora que voltamos a jogar em Santa Catarina, é importante trabalharmos em cima de vitórias. É um momento em que os times estão mais entrosados, com ritmo de jogo, e isso torna as partidas mais difíceis. Quem pontuou até agora, se deu bem. Quem não conseguiu, terá que buscar em casa. [Após o jogo em Tubarão] serão quatro decisões em casa, contra adversários diretos, mas temos uma obrigação moral de buscar as vitórias e conseguirmos a classificação”, projeta Sananduva, do Joaçaba.

“O retorno foi muito bom porque estamos acostumados a jogar em nosso ginásio, onde treinamos duas vezes por dia. É um piso no qual estamos adaptados e isso nos dá confiança. Em dois jogos [em casa] pela LNF, temos 100% de aproveitamento. Isso só confirma os bons resultados que tivemos fora de casa. Infelizmente, sentimos falta da torcida, em razão da pandemia, mas estamos cada vez mais preparados”, completa Raupp, técnico do Tubarão.

Mais LNF

Ainda nesta domingo, Assoeva e Campo Mourão se enfrentam, também pelo Grupo C. A bola rola no Ginásio Poliesportivo Parque do Chimarrão, em Venâncio Aires (RS), a partir das 13h15. O time gaúcho, que superou o Jaraguá de virada na quarta-feira, por 4 a 3, ocupa a quarta posição, com 10 pontos, um a mais que a equipe paranaense, que aparece em quinto lugar. No último domingo (4), os mourãoenses empataram por 1 a 1, em casa, com o Umuarama, líder da chave.

Confira a classificação da Liga Nacional de Futsal.

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: