- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Brasileira nada mais de 30 horas ininterruptas e bate recorde mundial

Mais Lidas

Atibaia recebe R$300.000,00 a pedido da deputada federal Carla Zambelli – Carla Zambelli

A pedido da deputada federal Carla Zambelli, o Ministério da Saúde destinou R$300.000,00 para o município de Atibaia...

Martinópolis recebe R$500.000,00 a pedido da deputada federal Carla Zambelli – Carla Zambelli

A cidade de Martinópolis recebeu, após pedido da deputada federal Carla Zambelli ao Ministério da Saúde, verba no...

Contra o COVID-19, Santa Rita do Passa Quatro recebe R$400.000,00 a pedido da deputada Carla Zambelli – Carla Zambelli

A pedido da deputada federal Carla Zambelli, o ministério da Saúde destinou R$400.000,00 para o município de Santa Rita...

A brasileira Mayra Santos, natural de Juiz de Fora (MG) e radicada desde 2004 na Ilha da Madeira, em Portugal, é a mais nova recordista mundial de natação estática contra a corrente. A marca foi alcançada no início deste mês depois da atleta, de 41 anos, ficar 30 horas e sete minutos nadando sem parar e enfrentando a corrente gerada por turbinas instaladas dentro da piscina. Pelo regulamento do desafio, Mayra teria direito a acrescentar ao tempo nadado uma hora e 15 minutos de descanso que ela não usufruiu. Assim, o tempo oficial final seria de 31 horas e 22 minutos. Mas, a brasileira abriu mão de 15 minutos. Dessa forma, ela entrou para o livro dos recordes com 31 horas e sete minutos.

“Achei estranho essa possibilidade de descansar. Para mim, não é um desafio. A questão dos sete minutos tem a ver com o Cristiano Ronaldo, astro que nasceu na Ilha da Madeira, e com os meus colegas de empresa, a 7M Real State. Eles me mandaram uma mensagem muito legal dizendo que sabiam que eu faria 30 horas e sete minutos”, disse a recordista, lembrando também que os sete minutos são alusivos à travessia concluída com sucesso por ela, em setembro de 2019. Na ocasião, a Mayra se tornou a primeira mulher a completar os 42 quilômetros em águas abertas entre o Porto Santo e a Ilha da Madeira com o tempo de 12 horas e sete minutos.

Segundo Mayra, a ideia de se preparar para o desafio na piscina surgiu em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), quando o acesso a mares e praias foi fechado. “Estava me preparando para uma prova que iria ocorrer em setembro quando tudo fechou. Então, surgiu a chance de seguir treinando na casa de uns amigos suecos. Eles tem uma piscina com esse equipamento que gera a corrente de água. Vi o espanhol Alberto Lorente quebrar o recorde. E a ideia surgiu”, lembrou. A antiga marca era de 30 horas e havia sido alcançada em junho por Lorente. Na ocasião, ele nadou 28 horas e 45 minutos e teve uma hora 15 minutos de descanso. Entre as mulheres, o melhor tempo anterior era 24 horas e um minuto. A nadadora brasileira comenta que a conversa que ela teve com Lorente serviu como um estímulo maior para a conquista. “Ele me disse que eu poderia alcançar as 25 horas. Já seria bom. Ganharia o prêmio. A marca das 30 horas seria impossível para uma mulher. Aquilo era o empurrão que eu precisava”.

Após o recorde, Mayra já tem o próximo desafio em mente. Percorrer os 144 quilômetros de circunferência da Ilha da Madeira. “Já me falaram que seria possível fazer no próximo ano. Mas ainda penso que é muito cedo. Preciso me preparar mais. Esse desafio é algo que vai exigir muito fisicamente. Eu quero completar essa distância de forma ininterrupta também. E quando eu coloco algo na cabeça é para completar com sucesso. Talvez para 2022 eu consiga”.

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

PRIMEIRA FASE DA VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19 COMEÇA PELO HRAN

Uma solenidade simples marcou o início da vacinação contra a covid-19 no DF. A enfermeira Lidia Rodrigues Dantas recebeu a dose da CoronaVac no...

Portal Goiás – Aeródromo de Santa Helena de Goiás recebe homologação da Anac

O presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Pedro Sales, visita, nesta quinta-feira (21/01), às 9h30, o aeródromo de Santa...

Profissionais da Atenção Primária já estão sendo vacinados – Agência Brasília

A vacinação contra Covid-19 começou também para os profissionais que trabalham na Atenção Primária à Saúde. Na terça-feira (19), primeiro dia de vacinação,...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: