A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) criticou a “violenta ação da Polícia Militar contra milhares de manifestantes”, que participavam de ato no fim da tarde desta sexta-feira (28/4) na Cinelândia.

“Nada justifica a investida, com bombas e cassetetes, contra uma multidão que protestava de modo pacífico. Se houve excessos por parte de alguns ativistas, a polícia deveria tratar de contê-los na forma da lei. Mas o ataque com métodos de tocaia e a posterior perseguição por vários bairros a pessoas que tão-só exerciam seu direito à manifestação representa grave atentado à Constituição e ao Estado democrático de Direito. O Brasil passou mais de duas décadas sob o jugo do autoritarismo. Não podemos admitir qualquer ensaio de retorno àqueles tempos sombrios”, afirmou o presidente da OAB-RJ, Felipe Santa Cruz, em nota distribuída à imprensa.

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.
COMPARTIHAR