Um homem de 40 anos foi preso em Xuzhou, China, ao chegar a um hospital com uma garota de 12 anos que está grávida de três meses. A equipe médica logo desconfiou da atitude dele, que dizia aos especialistas para não fazer perguntas. “Eu trouxe ela aqui para ser examinada, faça o seu trabalho. Pare de fazer tantos questionamentos”, mandava o suspeito.A equipe tentou fazer algumas perguntas também à menina, mas ela não falava mandarim, o que aumentou a possibilidade da garota ter sido sequestrada. Os médicos chamaram a polícia, e os agentes descobriram que ela não tem uma identificação chinesa e que tem origem do sudeste asiático, possivelmente do Vietnã. As autoridades descobriram ainda que a menina era tratada como esposa dele, segundo o jornal The Mirror.

 

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.
COMPARTIHAR