Foto: Josemar Gonçalves
Foto: Josemar Gonçalves

Raphaella Sconetto
[email protected]

Representantes da União dos Auditores Federais de Controle Externo (AUDITAR), Instituto de Fiscalização e Controle (IFC) e Observatório Social de Brasília registraram um pedido para medidas disciplinares na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), nesta quinta-feira (25).

A ação tem por objetivo a cassação dos componentes, já afastados, da Mesa Diretora da Câmara: Celina Leão, Bispo Renato, Raimundo Ribeiro e Júlio César, além do deputado Cristiano Araújo, que também foi citado em grampos.

Em um trecho das representações protocoladas, as entidades civis denunciam o decoro parlamentar dos deputados. “Pela análise dos áudios, é possível extrair indícios suficientes da participação de vários parlamentares em uma verdadeira organização criminosa que tinha como objetivo a obtenção de propina por intermédio da destinação de emendas”.

O presidente da Auditar, Paulo Martins, alega que o pedido acusa práticas de empreguismo e de improbidade administrativa . Além disso, Paulo espera que o requerimento seja analisado de maneira séria. “A população está cansada de tanta corrupção”, conclui o presidente.

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.
COMPARTIHAR