(Brasília, 2/6/2015) – Novos centros de triagem e reciclagem serão construídos em Brasília para aumentar a produtividade dos catadores e reduzir riscos de acidentes na separação dos resíduos. A primeira etapa da ação prevê a reforma de três e a construção de outros três centros. O projeto vai beneficiar 2,4 mil catadores, do total de 5mil existentes no Distrito Federal.A construção dos centros também é necessária para o encerramento das atividades do lixão e para a implantação efetiva da coleta seletiva no DF. “A seleção das cooperativas e associações tem o objetivo de integrar a sociedade na gestão participativa e transparente desse processo”, informou Luiz Roberto Pires, coordenador de políticas de resíduos sólidos da secretaria de Meio Ambiente (Sema-DF).
Em 21 de maio, foi homologado e publicado o resultado final do processo de seleção das cooperativas ou associações que ocuparão os centros. A seleção foi para áreas do Serviço de Limpeza Urbana e da Central das Cooperativas do DF (CENTCOOP).
Os centros serão construídos em parceria do governo de Brasília com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A homologação foi realizada pelo conselho gestor do projeto, que listou 20 cooperativas ou associações habilitadas e destas, 12 estão selecionadas para ocupação e mandato de até três anos, conforme previsto na chamada pública.
A homologação do resultado torna o governo de Brasília apto a receber os recursos do BNDES para o início das obras de construção dos centros, reforma dos galpões já existentes e aquisição de equipamentos.
 
Confira as cooperativas e associações selecionadas:


Resultado final publicado no Diário Oficial do Distrito Federal em 21 de maio de 2015.

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.