Resultado de imagem para foto do brasileiro condenado a morte na indonesia

Um diplomata brasileiro que acompanhou o anúncio de que o paranaense Rodrigo Muxfeldt Gularte será executado, disse que ele reagiu com surpresa e crises de delírio, ao ser informado pelo governo da Indonésia de sua execução por tráfico de drogas.
Gularte de 42 anos, está condenado à morte desde de 2005 ao ser preso pelo polícia da Indonésia tentando entrar no país com 6 kilos de cocaina escondida em pranchas de sufe.
O brasileiro já foi diagnosticado com esquizofrenia e desde então a família tenta convencer as autoridades indosesas a reverem sua pena capital e transferí-lo para um hospital, porém sem sucesso.
A notificação da execução de Gularte foi feita neste sábado (25) na prisão de Nusakambangan que fica a 400 Km de Jacarta e será por fuzilamento e que teve a presença do encarregado de negócios do Brasil em Jacarta, Leonardo Carvalho de Monteiro.
A divulgação da data da execução não foi divulgada pelas autoridades da Indonésia, mas a pena pode ser cumprida na proxima terça-feira (28) pela manhã, após ser cumprida a exigência da lei que dá 72 horas depois o aviso pelo governo indonésio
Para Leonardo Carvalho, o brasileiro “reagiu” com muita surpresa e pensou que toda movimentação ao redor dele não estava relacionada com seu caso”, disse à BBC por telefone.
“Ele fez uma série de declarações desconexas, estava totalmente disperso, com um discurso aproximando-se do delirante. Ficou evidente o grau de desconexão dele com a realidade”.
A sentença deverá ser cumprida na prisão de Nusakambangan, onde Gularte está preso. Ele foi tranferido para uma unidade onde presos aguardam pela execução.
Ele está confiante que a família vai resolver o problema rapidamente e ele vai voltar a rotina dele anterior, disse monteiro.
Gularte poderá ser o egundo brasileiro a ser execuitado na Indonésia. Em janeiro o carioca Marco Arche Cardos Moreira foi fuzilado após ser condenado à morte por tráfico de drogas.

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.
COMPARTIHAR