Moradores de nove regiões do Distrito Federal começam o fim de semana sem ônibus. Desde ontem, os rodoviários da Viação Pioneira estão paralisados. A interrupção do serviço de 640 veículos é motivada pelo atraso no pagamento dos salários. Sem acordo, cerca de 300 mil usuários ficam prejudicados com o movimento, inclusive a população do Gama e de Santa Maria, atendida pelo Expresso DF Sul. Pela manhã, os trabalhadores da Marechal, que atende outras quatro localidades, voltaram ao trabalho. O retorno somente foi possível após os repasses dos valores devidos pela empresa. O Governo do Distrito Federal informou que não pretende interferir nas negociações entre empregados e patrões. Hoje, os trabalhadores da Pioneira se reunirão em nova assembleia.

A sexta-feira começou sem transporte para cerca de 500 mil pessoas de 13 regiões do DF. No total 1,1 mil ônibus da Pioneira e da Marechal não saíram da garagem. Com a continuação da paralisação dos rodoviários da Pioneira neste sábado, a circulação de ônibus segue interrompida em São Sebastião, Itapoã, Paranoá, Jardim Botânico, Park Way, Candangolândia, Gama e Santa Maria.

Na manhã de ontem, muitos passageiros de Santa Maria caminharam cerca de 40 minutos para tentar embarcar em um coletivo na BR-040. Eles queriam entrar em uma linha do Entorno para chegar até o DF. Mas, diante da grande quantidade de pessoas à espera de transporte, muitos perderam o horário para o trabalho ou não conseguiram chegar. A designer gráfica Vanessa Gomes, 28 anos, deveria estar no serviço por volta das 8h, no Setor de Indústrias Gráficas (SIG). Porém, meia hora depois do início do turno, a jovem ainda aguardava um ônibus do Entorno. Moradora da Quadra 204 de Santa Maria, ela pegou um circular da região até a BR-040. “É um grande contratempo. Fomos pegos de surpresa. Parece que as autoridades fecharam os olhos para os problemas. Está virando corriqueiro ter paralisações”, reclamou Vanessa.

Fonte : correio

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.
COMPARTIHAR