Foto: John Stan

Em menos de 24 horas do crime, a Polícia Civil do DF conseguiu prender os supostos autores do latrocínio – roubo seguido de morte – da jornalista e servidora do Ministério da Cultura, Maria Vanessa Veiga Esteves, de 55 anos. Os dois suspeitos, um homem de 26 anos e um menor de 15, estavam em um apartamento, na 208 Norte, quando foram detidos. O dono do apartamento também foi detido, porém a polícia ainda não sabe até que ponto ele está envolvido no caso.

De acordo com o delegado-chefe da 2ª DP, Laércio Rosseto, os pertences da vítima, que foram levados durante o crime, estavam em um contêiner próximo ao apartamento. Foram os próprios envolvidos que indicaram o local onde a bolsa com a Carteira de Habilitação (CNH) da vítima estava.

O crime ocorreu por volta das 23h30 dessa terça-feira (8), após Vanessa estacionar o carro em frente ao seu apartamento, na 408 Norte. A ação dos criminosos chocou a cidade devido à crueldade em que foi praticada. Segundo a Polícia Militar, mesmo sem ter reagido ao crime, eles agarraram a vítima por trás e a esfaquearam.

 
Fonte: Jornal de Brasilia

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.
COMPARTIHAR