Estádio em construção para a Copa de 2018, a Volgograd Arena pegou fogo nesta quarta-feira, dia que marca um ano para o Mundial da Rússia. Segundo o Ministério das Emergências, nenhuma pessoa ficou ferida, e o incêndio já foi contido. As autoridades locais atribuíram a causa a negligência dos regulamentos de segurança.
Uma porta-voz da Stroytransgaz, empresa responsável pela construção do estádio, disse à agência Reuters que o fogo teria sido causado por uma faísca de soldagem que se espalhou para alguma superfície de plástico próxima. A companhia, controlada pelo empresário Gennady Timchenko, um aliado do presidente Vladimir Putin, diz que ainda não tem uma estimativa do prejuízo.

As imagens do incêncio impressionaram com uma nuvem densa de fumaça sobre a cobertura do estádio de 45 mil lugares em Volgograd. Apesar disso, uma fonte do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo disse que o estrago não foi muito grande.
Havia simplesmente muita fumaça, o que fez parecer se tratar de algo muito grave, mas não houve nenhum dano importante. A fumaça causou a uma das colunas, mas isso pode ser pintado – disse a fonte, não identificada.

Um dos oito palcos do Mundial fora da Copa das Confederações, o estádio vem sendo construído do zero, ao lado do antigo estádio da cidade, que era um dos grandes palcos do futebol russo. Terá capacidade para 45.568 pessoas e será casa do FC Rotor depois da Copa do Mundo. Durante o torneio, terá quatro jogos da fase de grupos.

Fonte:Blog do sombra

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.
COMPARTIHAR