A Polícia Militar do Distrito Federal divulgou nesta quarta-feira (28) detalhes sobre o esquema de segurança para a manifestação marcada para sexta-feira (30), na Esplanada dos Ministérios. A partir da 0h do dia do protesto, os acessos pelas avenidas S1 e N1 estarão fechados da Rodoviária do Plano Piloto até a Praça dos Três Poderes. Somente veículos oficiais estão autorizados a transitar na região neste período.

As três linhas de abordagem serão montadas nos viadutos de ligação entre as vias L2 Norte e Sul, nos dois sentidos, a partir das 7h. Os pontos de abordagem serão organizados por oito baias de acesso. Equipes especializadas e Grupos Táticos Operacionais auxiliarão nas buscas pessoais

“O sucesso destas linhas vai ser um ponto determinante para o sucesso da operação”, afirmou o comandante do Comando de Policiamento Regional Metropolitano (CPRM), coronel Paulo Henrique Tenório.

Somente dois carros de som foram autorizados pela Secretaria de Segurança Pública e Paz Social (SSP/DF) a entrarem na Esplanda dos Ministérios. Os veículos serão alocados na área da manifestação antes do evento e não transitarão com os manifestantes como era feito anteriormente.

A PM também deve reforçar os acessos aos anexos nas vias S2 e N2, com linhas de abordagens. Apenas dois pontos de acesso nas duas vias estarão disponíveis. As imediações dos ministérios também terão reforços.

Ações preventivas

O Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv) deverá fiscalizar os ônibus com destino à manifestação. De acordo com o coronel Tenório, serão feitas abordagens nas BRs 020, 040, 060 e 070.

Para evitar danos ao patrimônio público, será feito um cercamento nos ministérios e uma barricada em frente ao Congresso Nacional. Mais de 2.600 policiais militares serão empregados para a operação.

Fonte: Jornal de Brasilia

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.
COMPARTIHAR