Segundo o GDF, as agências do Na Hora
ficará fora do ar por tempo indeterminado, devido ao encerramento do contrato
emergencial do governo com a empresa de tecnologia B2BR. Os atendimentos que foram
antes agendados estão suspensos até o serviço voltar à normalidade.
De acordo com o sócio-diretor da B2BR
o DF deve uma conta de aproximadamente R$ 7 milhões, referente ao funcionamento
do Na Hora entre julho e novembro. Segundo informações da empresa B2BR, foi
mandando um aviso com um mês de antecedência que os serviços prestados iriam
vencer.
 O DF possui seis unidades do Na Hora e atende
aproximadamente 12 mil pessoas por dia. O Governou afirmou que tentou fazer
negócios, mas a empresa fechou o link e impediu a transmissão de continuar o
atendimento.

A justiça determinou que os postos
devem voltar ao funcionamento, alguns serviços como a Secretara de Trabalho,
Policia Federal e a Secretária da Fazenda estão ativos, nas unidades da
Rodoviária do Plano Piloto, Ceilância e m Sobradinho o atendimento é retomado.

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.